Seminário discute importância da segurança no ambiente de trabalho

Foram abordados diversos temas a fim de construir um ambiente de trabalho seguro

Nesta quinta-feira, 27, é comemorado o Dia Nacional de Prevenção de Acidentes de Trabalho. Em virtude da data, a Secretaria de Estado da Saúde (SES), por meio do Centro de Referência em Saúde do Trabalhador (Cerest/SE), realizou o 2º Seminário Integrado sobre Saúde e Segurança do Trabalho para trabalhadores formais e informais de diversas áreas.

Conforme apontam os dados do Sistema de Agravos de Notificação (Sinan/Net) são nove os agravos referentes à notificação compulsória como: acidente de trabalho, acidente de trabalho com exposição a material biológico, intoxicação exógena, perda auditiva relacionada ao trabalho (PAIR), câncer relacionado ao trabalho, LER/Dort, transtornos mentais, pneumoconiose e dermatose ocupacional.

Diante desse cenário, o evento abordou diversos temas voltados à segurança e prevenção no ambiente de trabalho a fim de garantir um local seguro. Os palestrantes discutiram a importância do esforço coletivo para a criação de um ambiente de trabalho seguro e saudável.

O coordenador do Cerest/SE, Igor Coelho Nunes, destacou a importância do evento. “Debater esse tema é extremamente necessário visto que a subnotificação desses casos é muito evidente, principalmente, nos adoecimentos relacionados ao trabalho, sobretudo para doenças tardias ou multifatoriais. Então, nós trabalhamos com ações educativas com a promoção e prevenção à saúde de todo e qualquer trabalhador ou trabalhadora de Sergipe”, explicou.

Para o idealizador e condutor do projeto Servidor Zen da SES, Nilson Silva, que esteve presente no evento, o seminário é um momento de esclarecimento que fortalece o propósito de prevenção de acidentes. “Nós, que trabalhamos com o olhar voltado para a saúde do trabalhador, necessariamente para prevenção e promoção de saúde, vemos como é importante a disseminação de temas voltados ao trabalhador, que precisa ser estruturado em termos de saúde não somente físico, mas mental para desenvolver essas atividades”, contou Nilson.

O seminário ainda discutiu a perspectiva para o fomento ao trabalho seguro e saudável no estado de Sergipe; a cannabis medicinal e os seus impactos para a saúde dos trabalhadores e trabalhadoras de Sergipe e a importância de um ambiente de trabalho saudável e seguro para a saúde mental.

Já a coordenadora de Recursos Humanos da Secretaria Municipal da Saúde de Estância, Jacia Reis, explicou que a discussão é uma grande oportunidade de aprendizado. “Para mim, é uma experiência enriquecedora enquanto profissional, pois permite atualizar o conhecimento ainda mais sobre a saúde e segurança do trabalhador”, disse Jacia.

Fotos: Flávia Pacheco

Publicado: 27 de julho de 2023, 17:45 | Atualizado: 27 de julho de 2023, 17:45