Hospital Regional de Lagarto: número de pacientes atendidos este ano já é 11% maior em relação a 2015

Por Tito Lívio de Santana


O número de pacientes atendidos e de procedimentos de urgência e emergência realizados entre janeiro a outubro deste ano pelo Hospital Regional Monsenhor João Batista de Carvalho Daltro (HRL), em Lagarto, na região Centro-Sul de Sergipe, já é superior ao registrado no mesmo período de 2015. Segundo os relatórios de produção da unidade gerenciada pela Fundação Hospitalar de Saúde (FHS), de janeiro a outubro de 2016, o número de pacientes cresceu 11%, enquanto o de procedimentos aumentou em 39,2%.

 

De acordo com os mesmos relatórios, este ano, o HRL (que está em fase de federalização para transformar-se em hospital universitário) já assistiu 53.471 usuários do Sistema Único de Saúde (SUS), enquanto no mesmo período de 2015 havia atendido a 48.148.

 

Já em relação aos procedimentos de urgência e emergência, como as consultas especializadas, tratamentos clínicos de traumas ortopédicos e atendimentos de enfermagem em geral, a exemplo de administração de medicamentos e aferição de sinais vitais, esse número saltou de 143.802 de janeiro a outubro de 2015, para mais de 200 mil em igual período deste ano.

 

Para o superintendente do HRL, Oldegar Alves Júnior, esses números demonstram que a unidade avançou em resolutividade e fortalece a Rede Estadual de Urgência e Emergência Hospitalar.

 

“Apesar de algumas dificuldades pontuais que temos enfrentado este ano, esses resultados revelam a importância do HRL para a assistência ao cidadão do Centro-Sul e de outras regiões de Sergipe e para o fortalecimento da estratégia de urgência e emergência hospitalar do SUS, reduzindo significativamente o fluxo de pacientes para o Huse, em Aracaju, que é referência em urgência e emergência de média e alta complexidade no Estado”, afirmou.

 

Outros números

 

Estratégico para o Centro-Sul de Sergipe e municípios vizinhos de outras regiões do Estado, principalmente o Sul e o Agreste, o HRL apresenta ainda outros números positivos. O aumento do atendimento aos usuários do SUS e a maior oferta de procedimentos de urgência e emergência também impactam diretamente em outro setor vital para a assistência à população: o Serviço de Apoio Diagnóstico Terapêutico (SADT).

 

Também neste setor, o número exames realizado este ano cresceu quase 8% na comparação com o período entre janeiro a outubro de 2015, quando haviam sido ofertados mais de 132 mil, entre os laboratoriais clínicos e por imagem, como raio-X e ultrassonografias. Este ano, até outubro, o Hospital Regional de Lagarto já realizou mais de 142 mil exames. Somente os laboratoriais clínicos totalizaram quase 120 mil e os radiológicos bateram os 16 mil.

 

O Centro Cirúrgico também se constituiu em uma importante unidade produtiva do HRL, contribuindo para salvar centenas de vidas. Em 2016, o setor já realizou 915 cirurgias, número 29,7% maior que o registrado em igual período de 2015, quando foram feitas 705. Do total de cirurgias este ano, o correspondente a 76,1%, ou seja 697, foram realizadas pelo Serviço de Ortopedia, que também é referência para toda a região Centro-Sul. Além dessas, ainda foram feitas até agora 218 cirurgias gerais.

 

Uma dessas cirurgias beneficiou recentemente o garoto A.W.S., 10 anos, internado em uma das enfermarias da Pediatria do HRL.  “Meu filho estava jogando bola na calçada de casa quando tropeçou e, ao cair  na rua, acabou atropelado por uma moto”, conta a mãe do menino, a lavradora Antônia Clésia dos Santos, de 32 anos, que  reside no Bairro Campo da Vila, em Lagarto. Em consequência do acidente,  o garoto sofreu fraturas na tíbia da perna esquerda e teve que se submeter a uma cirurgia ortopédica, com implantação de fixador externo.

 

“Ele fez a cirurgia e graças a Deus se recupera bem. Meu filho está internado há 17 dias. Não tenho o que reclamar dos médicos e enfermeiros. O atendimento está sendo muito bom. Mas essa  não é a primeira vez que precisamos do Hospital de Lagarto. Meu marido, que é diabético, já ficou internado aqui durante 15 dias”, ressaltou.

 

Outro indicador hospitalar a reforçar a resolutividade do HRL é a taxa de transferência externa que, na média, este ano, manteve-se em torno de 0,5%, revelando que a maioria dos pacientes atendidos e internados no Hospital de Lagarto conseguiu solucionar seus problemas de saúde e tratamentos no próprio HRL, sem a necessidade de transferência para outra unidade da rede.

 

“Este ano, cerca de 300 pacientes precisaram de alguma remoção, principalmente para o Huse, em Aracaju, para um exame ou um atendimento com especialistas que não dispomos no HRL”, reforça Oldegar Alves Júnior.

 

Cobertura



O Hospital Regional de Lagarto é responsável por garantir cobertura assistencial a uma população estimada em 250 mil habitantes, dos seis municípios que integram a Microrregião Centro-Sul de Saúde – Lagarto, Salgado, Simão Dias, Poço Verde, Riachão do Dantas e Tobias Barreto. O HRL presta assistência nas áreas de Clínica Médica, Ortopedia, Pediatria, Ultrassonografia, Nefrologia e Terapia Intensiva, dispondo de uma UTI com dez leitos.

 

Devido à sua localização estratégica, o HRL atende ainda pacientes advindos de outras regiões do Estado, como Campo do Brito e São Domingos, no Agreste, Boquim e Estância no Sul sergipano, além de municípios baianos circunvizinhos e que fazem divisa com Sergipe, como Paripiranga,Fátima, Adustina, Nova Soure, Itapicuru, Cícero Dantas, Ribeira do Pombal, dentre outros.

 

Publicado: 11 de novembro de 2016, 13:21 | Atualizado: 11 de novembro de 2016, 13:21