Governo do Estado oferece acompanhamento interdisciplinar em reabilitação/habilitação no CER IV

O serviço é um ponto de atenção ambulatorial com diversas modalidades a exemplo da Intelectual e Transtorno do Espectro Autista (TEA), física, auditiva e visual

O Centro Especializado em Reabilitação José Leonel Ferreira Aquino (CER IV) tem o objetivo de promover cuidados em saúde para habilitação/reabilitação física, intelectual e Transtorno do Espectro Autista (TEA), auditiva e visual. Ela é referência na atenção ambulatorial, onde realiza diagnóstico e avaliação, orientação e estimulação precoce, além da reabilitação/habilitação funcional das pessoas com deficiência a fim de garantir sua autonomia e independência com um atendimento cada vez mais qualificado. 

 Quem sabe bem da importância de um acompanhamento qualificado é a dona de casa Claudenir Alves. Ela tem duas filhas que são acompanhadas pelo CER IV e relatou que Kemilly Vitória, de 5 anos, é acolhida pela estimulação precoce, fisioterapia, fonoaudiólogo e psicólogo e Camille, de 2 anos, realiza atendimento com fonoaudiólogo e psicólogo. 

 “Gosto bastante do serviço, pois quando a minha filha entrou aqui, ela não se comunicava e hoje consigo ver a sua evolução, onde garantiu mais autonomia para fazer tarefas básicas como suas necessidades fisiológicas. Além disso, quando tive acesso ao CER IV, elas não tinham diagnóstico fechado e foi só com o acompanhamento que conseguimos descobrir que as duas tinham autismo. Sou extremamente agradecida por tamanho cuidado com as minhas meninas”, contou Claudenir. 

 A filha da dona Simone Santos também é assistida no Centro de Reabilitação. Ela contou que a menina nasceu com a síndrome de Pierre Robin e realiza diversos serviços como fisioterapia, fonoaudiologia, fisiatria, além do atendimento psicológico. “Recebemos todo suporte necessário com muito apoio e aconselhamento dos profissionais. Graças a todo esse cuidado, minha filha tem apresentado uma melhora significativa”, relatou. 

 Modalidades de reabilitação

 O centro atende a quatro modalidades de reabilitação como Intelectual e Transtorno do Espectro Autista (TEA) e visa resgatar autonomia e qualidade de vida dos usuários por meio da estimulação precoce, orientação à família e/ou cuidadores e práticas que auxiliam o desenvolvimento da aprendizagem, pensamento, emoções e comportamentos. 

 A reabilitação física resgata funções motoras, melhorando a qualidade de vida e autonomia das pessoas com deficiência. Já a auditiva facilita a comunicação e reintegração a quem teve perda auditiva, enquanto que a visual auxilia a autonomia e reintegração social de quem tem baixa visão ou cegueira. 

 Além disso, o serviço atua em parceria com a Universidade Federal de Sergipe (UFS), fundamentada pelo Termo de Cooperação Técnica nº 007/2021. De acordo com a coordenadora geral do CER IV, Dahiana Mendes, o centro desenvolve diversas ações de promoção à saúde. “Nossa intenção é realizar a prevenção dos agravos e a identificação precoce de deficiências em todas as fases da vida. O atendimento no Centro Especializado em Reabilitação é realizado  de forma articulada com os outros pontos da Rede de Atenção à Saúde,  por meio do Projeto Terapêutico Singular, cuja construção envolve a equipe, o usuário e a família”, explicou a coordenadora.

 Distribuição de materiais

 Também é ofertado aos 75 municípios do território sergipano, como porta aberta, sem necessidade de regulação, os seguintes serviços: disponibilização de órteses, próteses e meios auxiliares de locomoção. Ainda possui o Serviço de Atenção à Saúde de Pessoas Ostomizadas (Saspo), voltado para o atendimento de reabilitação, acompanhamento e dispensação de equipamentos coletores e adjuvantes de proteção e segurança, como lenço removedor, barreira protetora em spray, entre outros. 

 É importante reforçar que esses serviços ficam disponíveis para a retirada das 7h às 13h, onde o paciente deve levar o relatório médico e documentos pessoais como xerox do RG, CPF, cartão do SUS, comprovante de residência dos últimos três meses e relatório médico.

 Acesso às modalidades de reabilitação/habilitação

 A oferta dos serviços é realizada de forma regulada junto ao Complexo Regulatório do Estado (CRE), sendo executada conforme a modalidade e sua abrangência aos municípios. As modalidades auditiva, física e intelectual/TEA abrangem as regiões de Saúde de Itabaiana, Estância e Nossa Senhora do Socorro. Enquanto que, a modalidade visual é disponibilizada para todos os 75 municípios sergipanos. 

 “Para que o acesso aconteça, o município deve entrar no site da Secretaria de Estado da Saúde, onde deverá clicar no banner  disponível no site: https://www.saude.se.gov.br/centro-especializado-em-reabilitacao_x005F_x0002_cer-iv/; fazer a impressão da ficha de Encaminhamento Atenção Primária à Saúde (APS) – CER IV e enviar para as Unidade Básica de Saúde do município, onde o médico irá preencher, a Ficha de Encaminhamento APS – CER IV com todas as informações solicitadas, para que a ficha seja inserida no sistema de Regulação do Estado (Ácone) no momento de solicitar a vaga do usuário para o CER IV”, destacou a coordenadora Dahiana.

Fotos: Flávia Pacheco

Publicado: 18 de abril de 2024, 11:58 | Atualizado: 18 de abril de 2024, 11:58