Vigilância sanitária estadual realiza ciclo de palestras nas regionais

Com o tema  “Embelezamento e Estética com Segurança Sanitária”, a coordenação Estadual de  Vigilância Sanitária da secretaria de Estado da Saúde (Covisa/ SES), está realizando um ciclo de palestras em parceria com as vigilâncias municipais e a associação dos esteticistas de Sergipe (Assoese).  As abordagens giram em torno dos serviços de interesse para a saúde ofertados, assim classificados pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) como salão de beleza, clínica de estética, serviço de tatuagens.

 

Um dos municípios que sediou o encontro foi Nossa Senhora da Glória. Segundo o Coordenador Estadual da vigilância Sanitária da SES, Antônio de Pádua Pombo, a palestra aconteceu durante toda a segunda- feira, 27, mas outros municípios já sinalizaram interesse em receber as orientações. Pádua salienta que os palestrantes estão se colocando à disposição dos  municípios de cada região e se surgir interesse, podem capacitar os profissionais.

 

“Recebemos solicitações de outras regiões como Propriá e Nossa Senhora do Socorro. Procuramos orientar as vigilâncias dos municípios, as equipes técnicas e seus coordenadores sobre  como proceder quando forem inspecionar seus serviços.Em setembro continuaremos com o ciclo de palestras com outros temas”, revela Pádua.

 

O representante de vigilância Sanitária de Nossa Senhora da Glória, Carlos Albino, enfatizou a importância da Palestra. “A palestra foi incrível. Vamos com mais Conhecimento sobre esses estabelecimentos”.

 

Como a profissão de estética foi regulamentada em 3 de abril de 2018 a palestrante e Presidente da Associação dos Esteticistas de Sergipe, Angela Matos, ressalta que a palestra teve a finalidade de orientar os coordenadores, vistoriadores da vigilância sanitária e, por isso, foi de substancial importância em relação ao mundo da estética, aparelhos procedimentos, biossegurança. “ A profissão foi regulamentada recentemente, então há muitas dúvidas sobres aparelhos que podem ser utilizados nos estabelecimentos”, contextualiza Ângela.

 

Publicado: 29 de agosto de 2018, 07:43 | Atualizado: 29 de agosto de 2018, 07:43