SES sedia evento nordestino sobre o controle do medicamento Talidomida

A Secretaria de Estado da Saúde (SES) sedia nesta quinta-feira, 20, o Seminário Região Nordeste sobre o Controle do Medicamento Talidomida, reunindo na discussão os estados de Sergipe, Alagoas, Bahia, Paraíba, Pernambuco e Rio Grande do Norte. Em Sergipe, o medicamento é dispensado tanto para a hanseníase quanto para outros agravos como úlceras aftóide, doenças crônicas degenerativas e três tipos de lúpus.

O evento será realizado no auditório do Centro Administrativo da Saúde Senador Gilvan Rocha, terá início às 9h e se estenderá até às 18h, com a presença de representantes do Programa de Hanseníase, da Assistência Farmacêutica e das Vigilâncias Sanitárias do Governo Federal, estados e municípios. Direcionado aos gestores, profissionais de saúde, usuários, produtores do medicamento e sociedade, o evento será aberto pelo Secretário de Estado da Saúde, Valberto de Oliveira, e tem como objetivo promover a educação permanente em saúde, com foco no controle desse medicamento.

“Pretende-se realizar um debate qualificado junto aos gestores estaduais sobre o controle da talidomida no âmbito da Resolução de Diretoria Colegiada nº 11/2011 (RDC, que regula as atividades que envolvem e sustância), com ênfase nas estratégias adotadas para promover o uso racional deste medicamento e a maior segurança dos pacientes”, explica o coordenador da Vigilância Sanitária da SES, Antônio Pádua.

Os trabalhos do seminário serão conduzidos pelas representantes do Ministério da Saúde Renata de Morais Souza e Lúcia Eichenberg Surita e contam com palestra, apresentação dos eixos de cada estado (potencialidades e fragilidades da RDC), construção do plano de ação e sua apresentação por estado, como informou o coordenador da Vigilância Sanitária.

 

Publicado: 19 de setembro de 2018, 08:08 | Atualizado: 19 de setembro de 2018, 08:08