SES promove oficina para implementação do Centro de Inteligência da gestão estadual do SUS Sergipe

O Conselho Nacional de Secretários de Saúde tem realizado oficinas em todos os estados para apoiar a implantação/implementação dos Centros

A Secretaria de Estado da Saúde (SES), em parceria com o Conselho Nacional de Secretários de Saúde (Conass), realizou nos dias 5 e 6, em Sergipe, uma oficina para a implementação do Centro de Inteligência da Gestão Estadual do Sistema Único de Saúde (SUS). O curso envolveu diretores, coordenadores, referências técnicas das áreas da SES e representantes de câmaras técnicas do Conass. 

O Conass tem realizado oficinas em todos os estados para apoiar a implantação/implementação dos Centros de Inteligência, que tem como objetivo apoiar os gestores estaduais de saúde a tomarem decisões mais assertivas diante de situações problemas que demandem respostas rápidas.

De acordo com o diretor de Planejamento da SES, Davi Rogério Fraga de Souza, as decisões baseadas em dados relevantes, informações e análises permitirão a qualificação das políticas e a assistência à saúde da população. “A proposta do Conass de apoiar a implementação do Centro de Inteligência estadual irá subsidiar o gestor a tomar decisões baseadas em evidências, frente a um problema de saúde que demande uma resposta rápida. Essa situação irá melhorar ainda mais os processos de planejamento, monitoramento e avaliação do SUS no estado, pois permitirá maior eficiência e efetividade nas políticas públicas no alcance das metas pactuadas no Estado, disse o diretor.

Segundo a gerente do Centro de Informações e Decisões Estratégicas da SES, Eliane Nascimento durante a Oficina, coordenada por técnicos do Conass foi elaborado um Plano de Ação com prazos e responsáveis, o qual será validado pelo secretário da Saúde, visando a implantação de novas ferramentas de coleta, consolidação e análise de dados em saúde.

Centros de Inteligência

Os Centros de Inteligência utilizam ferramentas e metodologias para identificar padrões e tendências em grandes volumes de dados e informações, criando insights  relevantes para geração da inteligência para a tomada de decisões rápidas e  estratégicas em diferentes áreas de gestão, como saúde, finanças, recursos humanos,  entre outras.

Os Centros podem ajudar a melhorar a gestão da saúde  pública por meio da coleta, análise e interpretação de dados relevantes por  especialistas afins, permitindo que os gestores de saúde tomem decisões mais  informadas e efetivas visando a qualificação das políticas públicas e o melhor atendimento à população.

Fotos: Flávia Pacheco

Publicado: 9 de outubro de 2023, 12:16 | Atualizado: 9 de outubro de 2023, 12:46