SES esclarece que adultos podem ser vacinados contra o sarampo

Adultos podem ir às Unidades Básicas de Saúde (UBS) e solicitar a imunização contra sarampo? A coordenadora de Vigilância Epidemiológica da Secretaria de Estado da Saúde (SES), Mércia Feitosa, esclarece que sim e que nenhuma UBS pode negar vacina a um adulto que queira ser imunizado contra o sarampo. “A vacinação do adulto é rotina, não é campanha. A Campanha Nacional de Vacinação contra sarampo e poliomielite tem como público-alvo apenas crianças até 4 anos 11 meses e 29 dias, mas o adulto pode ir ao posto de saúde a qualquer momento que entenda ser necessário se vacinar, o mesmo se aplicando ao adolescente, de forma rotineira”, atestou Feitosa.

A jornalista Rosângela Dória vivenciou duas experiências, ela conta que, na segunda-feira, 20, foi a uma unidade de saúde de Aracaju para se vacinar contra o sarampo e teve a imunização negada. Persistente, na terça-feira, 21, foi a outro posto de saúde e lá recebeu a vacina sem quaisquer problemas. A jornalista viveu, em 24 horas, duas situações diferentes em uma mesma rede de saúde, de um mesmo município.

Casos como esse devem ser denunciados nas ouvidorias municipais, é o que aconselha Mércia Feitosa. Para situações semelhantes à vivida pela jornalista, ocorridas em Aracaju, a assessoria de comunicação da Secretaria Municipal de Aracaju (SMS) orienta o usuário entre em contato com a Ouvidoria pelo telefone 156. “Foi exatamente isso que ocorreu. Fui a duas unidades da mesma rede de saúde e somente na segunda consegui ser vacinada. Quero, inclusive, destacar o excelente acolhimento que recebi na UBS Maria do Céu e posso afirmar que ali é praticado um atendimento exemplar”, reforçou Rosângela Dória.

Mércia Feitosa destaca que adultos e adolescentes que não tenham tomado a vacina contra o sarampo ou tenham dúvidas sobre isso, podem ir a uma unidade de saúde da capital ou do interior e solicitar a imunização contra a infecção que está reentrando no país, depois de ter sido eliminada em meados dos anos 1990. O Brasil está vivendo dois surtos no momento: em Roraima, com 296 casos confirmados, e no Amazonas, com 910 confirmações. Outros Estados, a exemplo de Sergipe, apresentam registros da doença.

Crianças

Mércia Feitosa aproveita para enfatizar junto aos pais e responsáveis a importância de levar à unidade de saúde mais perto de casa, as crianças com idade entre um e cinco anos para serem vacinadas contra o sarampo, infecção que pode levar a óbito. A campanha, que também imuniza as crianças com idade entre zero e menos de cinco anos contra a paralisia infantil, vai até o dia 31 de agosto. “Em Sergipe, temos a meta de imunizar 127 mil crianças, o que representa 95% de cobertura vacinal”, disse Feitosa.

 

Publicado: 22 de agosto de 2018, 11:25 | Atualizado: 22 de agosto de 2018, 11:25