Sergipe assina Termo de Adesão ao Pacto Nacional pela Consciência Vacinal

Governador Fábio Mitidieri ressalta importância de população seguir se vacinando como forma de prevenção e proteção de diversas doenças

Ao participar da solenidade da assinatura do ‘Pacto Nacional pela Consciência Vacinal’ nesta terça-feira, 26, o governador Fábio Mitidieri destacou que não tomar vacina é não salvar vidas. O gestor estadual lembrou que os brasileiros sempre tiveram o hábito de se vacinar e que, graças a esse comportamento, o país conseguiu erradicar algumas doenças.

“E seja por relaxamento ou por polarização política, nós percebemos nossos índices de vacinação caírem. Então, precisamos voltar às políticas públicas de incentivo à vacinação e mostrar os ganhos que uma sociedade tem ao se vacinar”, afirmou. 

Além de prevenir doenças, Fábio Mitidieri reforçou que a prática de se vacinar salva vidas e faz a diferença no futuro de novas gerações. “Contem com o apoio integral do Governo do Estado para a gente disseminar ainda mais essas políticas públicas”, completou.

Antes de chegar a Sergipe, a ação do pacto pela vacinação já passou por alguns estados através do presidente da Comissão de Saúde do Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP), Jayme Martins de Oliveira Neto. De acordo com ele, a ação nacional foi lançada com o intuito de despolarizar o tema vacinação. “A questão da consciência vacinal nasceu de uma constatação de queda dos números de vacinação. A vacina que está no plano nacional de imunização, portanto que já passou pelos controles científicos rigorosos, mas não tem mais que ser objeto de discussão, tem que ser objeto de aplicação”, insistiu.

Além disso, a ideia do pacto vacinal é buscar o diálogo com as autoridades municipais e estaduais e com a sociedade civil, para que todos levem os municípios a alcançar a cobertura vacinal necessária. 

Também apoiando a causa, o procurador-geral de Justiça do Ministério Público de Sergipe, Manoel Cabral Neto, disse que o órgão não poderia se furtar de aderir ao pacto nacional a favor da vacinação. “Parabenizo a Comissão de Saúde do Conselho Nacional do Ministério Público por mobilizar a sociedade civil e entes públicos para que a gente leve mais a sério o tema relacionado à vida e à saúde, vacinando a população em massa e a previnindo de diversas doenças”, afirmou. 

Sergipe e vacinação

Presente na solenidade, o secretário de Estado da Saúde, Walter Pinheiro, considerou que essa é mais uma ação que intensifica o quanto é necessário a população sergipana seguir se vacinando. “Nós temos um dos maiores sistemas de saúde do mundo, que é o nosso SUS, e que um dos carros-chefes sempre foi a cobertura vacinal, mas nos últimos anos percebemos uma perda de consciência da população”, observou.

Para o gestor, a assinatura do pacto às vésperas dos casos sazonais de síndromes gripais reforça o quanto as pessoas precisam se atentar ao calendário vacinal. “As vacinas auxiliam na prevenção de doenças e ajudam o sistema de urgência e emergência a não ficar tensionado”, acrescentou. 

Informações vacinas em Sergipe

Multivacinação 2023
No segundo semestre de 2023, mais de 100 mil sergipanos atualizaram a caderneta de vacinação na Campanha de Multivacinação.

A Campanha Nacional de Multivacinação para crianças e adolescentes de zero a 14 anos e 11 meses alcançou números expressivos em Sergipe. Com o engajamento do Governo do Estado e municípios, foram aplicadas 120.779 doses de imunizantes, sendo 77.158 em crianças de zero a 8 anos e 43.621 em pessoas de nove a 14 anos, números bastante positivos.

Os imunizantes disponíveis foram BCG, Rotavírus Humano, Meningo C, Pentavalente (DTP/Hib/HB), Pneumocócica, Poliomielite Inativada, Poliomielite Oral, Hepatite A, Tríplice Viral, Tríplice Bacteriana, Febre Amarela, HPV, Meningo ACWY e Covid-19, entre outros. 

Cobertura calendário vacinal 2023

Crianças menores de 1 ano
BCG – 29.308 
Rotavírus – 26.815 
Febre Amarela -19.605
Meningo – 26.666
Pentavalente – 26.348
Pneumo – 27.507
Polio – 23.897

Criança de 1 ano
Tríplice D1 – 28.580
Tríplice D2 – 22.350
Varicela – 26.834
Hepatite A – 25.631

Doses aplicadas das vacinas Monovalente contra Covid em 2023
As doses dos imunizantes contra a covid-19 aplicadas em primeira, segunda e terceira, além das doses de reforço (primeira, segunda e terceira), dose adicional e dose única somam 133.730 doses aplicadas em 2023.

Doses aplicadas das vacinas Bivalente contra Covid em 2023
A cobertura vacinal para a vacina Bivalente da covid-19 em 2023 foi de 88.199 doses aplicadas nos 75 municípios sergipanos. 

Vacina contra o HPV
Em Sergipe, em 2023, a vacinação contra o HPV atingiu (62,29%) com a primeira dose em meninas e (47%) com a segunda dose, enquanto que a primeira dose em meninos atingiu (41,54%) e (42%) com a segunda dose.

Fotos: André Moreira e Mário Sousa

Publicado: 26 de março de 2024, 17:10 | Atualizado: 26 de março de 2024, 17:10