Saúde orienta população sobre a importância dos cuidados da saúde bucal

Os serviços de saúde bucal na rede pública vão da prevenção à urgência, ou seja, inicia na Atenção Primária à saúde, nas Unidades Básicas de Saúde, até a Atenção Especializada à Saúde

Neste 25 de outubro, quando se comemora o Dia do Dentista, a Secretaria de Estado da Saúde (SES) orienta sobre a importância de dar atenção necessária para uma boa saúde bucal. Para isso, é importante manter visitas regulares ao dentista e seguir corretamente as orientações, a exemplo da frequência a consultas com profissionais da área, bem como a maneira correta de higienização. 

Os serviços de saúde bucal na rede pública vão da prevenção à urgência, ou seja, têm início na Atenção Primária à saúde, nas Unidades Básicas de Saúde (UBSs), até a Atenção Especializada à Saúde. Segundo a referência técnica estadual de saúde bucal da Diretoria de Atenção Primária à Saúde (Daps), Ana Paula Vieira, é importante lembrar que o cirurgião-dentista é o único profissional que poderá de fato reconhecer as necessidades relacionadas à saúde oral de uma pessoa. Dentre os problemas mais frequentes, destaca-se a placa bacteriana não removida, o tártaro, a halitose, a cárie, a gengivite, a periodontite, câncer oral, dentre outros.

“Orientamos que as pessoas procurem os profissionais dentistas, seja na rede pública ou privada, ressaltando que na rede pública em todos os municípios existem, na Atenção Primária, as equipes de saúde bucal pela estratégia de Saúde da Família. Em complemento à Atenção Primária, pela SES, temos os oito Centros de Especialidades Odontológicas (CEOs) que fazem a complementação da atenção atendendo a municípios referenciados a eles. Quando necessário, a atenção hospitalar também é acionada para tratamentos cirúrgicos de maior porte, demonstrando assim uma organização estadual da saúde bucal em rede de atenção”, explicou Ana Paula.

Dia do Dentista

A SES e a Fundação Estadual de Saúde (Funesa), por meio da Coordenação dos Centros de Especialidades Odontológicas (Coceo), realizaram uma palestra educativa em alusão ao Dia do Dentista. O evento, que aconteceu no auditório do Centro Universitário Maurício de Nassau (Uninassau), abordou os riscos da contaminação por IST, HIV e HPV pela ótica odontológica.

A coordenadora dos CEOs, Laisa Oliveira, explicou que a ação proposta pela SES e Funesa, organizada pela Coordenação dos Centros, visou mostrar que os serviços prestados por esses profissionais nos CEOs estaduais estão diretamente ligados à toda a equipe. “Todos os servidores foram convidados a participar. Para esta manhã festiva, foi preparada uma programação com todo o carinho, respeito e reconhecimento a esses profissionais que compõem os CEOs em Sergipe, com o objetivo de proporcionar um momento de confraternização entre as oito equipes dos oito CEOs estaduais e levar uma mensagem de prevenção à saúde mental e física”, ressaltou Laisa. 

A palestra ministrada pela referência técnica do Programa IST/Aids, Almir Santana, teve por objetivo apresentar aos dentistas presentes o quanto a Odontologia tem papel fundamental na prevenção a essas doenças. “O odontólogo tem que estar consciente dos riscos das ISTs e dos sintomas que essas infecções podem causar. Elas podem ser adquiridas por relações sexuais e, no caso, principalmente por sexo oral. São doenças infecciosas que devem ser prevenidas pelo uso de camisinha e profilaxia com medicamentos. Todos devem fazer o teste. Caso o dentista perceba anomalias no paciente, deve pedir o teste de HIV de imediato”, orientou o médico.

A referência Técnica em Saúde Bucal da SES, Fernanda Consenza, explicou que, mais do que uma comemoração, o evento é uma capacitação com uma oferta de atualização, na área de saúde integrada, para que todos os CEOs realizem um trabalho unificado. “Foram trabalhadas algumas temáticas com o Dr. Almir Santana, sobre as questões das ISTs, HIV e HPV. Esse momento foi muito solicitado pelos profissionais dos CEOs”, disse Fernanda.

O dentista Tito Maciel Lima trabalha com pacientes com deficiência. Ele atua no CEO de Boquim, e afirma que o evento é uma forma de confraternização e também de promover a troca de experiência entre os profissionais da Odontologia que atuam no estado. “O trabalho dos CEOs é de grande importância, porque desenvolvemos um atendimento para pessoas com deficiência, e para cada caso usamos uma abordagem e acolhimento diferente, respeitando as diferenças e promovendo a inclusão”, concluiu.

Publicado: 25 de outubro de 2023, 18:31 | Atualizado: 25 de outubro de 2023, 18:31