Saúde intensifica ações de combate ao Aedes aegypti com o carro fumacê

O carro fumacê entra em ação para complementar o trabalho que é feito pelos agentes de endemias durante as visitas domiciliares

Visando o combate contra o mosquito Aedes aegypti, o Governo de Sergipe, por meio da Secretaria de Estado da Saúde (SES), disponibilizou o carro fumacê para os municípios de Nossa Senhora do Socorro, Simão Dias, Barra dos Coqueiros, Maruim e Lagarto. Vale ressaltar que o carro fumacê não substitui o trabalho dos agentes de endemias, que é focado na identificação e destruição dos criadouros do mosquito, sendo apenas um complemento de medidas em prol da saúde da população. 

O Aedes aegypti é monitorado pelo Levantamento Rápido de Índice para Aedes aegypti (LIRAa), instrumento que mede o índice de infestação do mosquito no território, apontando os municípios que estão em baixo, médio e alto risco, pelo acompanhamento semanal do número de casos que ocorrem e onde ocorrem. 

Desse modo, a escolha dos cinco municípios é decorrente dos altos índices, como explicou a gerente de endemias da SES, Sidney Sá. “Todos esses municípios apresentaram um índice elevado de infestação do vetor da dengue, zika e chikungunya.  O carro fumacê entra em ação para complementar o trabalho que é feito pelos agentes de endemias durante as visitas domiciliares. A utilização dessa ferramenta é consequência de uma situação que ultrapassou o índice de infestação esperado. No município da Barra dos Coqueiros, por exemplo, há uma necessidade porque além de ser uma região com uma grande população, está próxima à região metropolitana. Já Simão Dias é um município que faz fronteira com outro estado e que sempre é recorrente apresentar índices elevados”, indica.

Segundo o coordenador da Vigilância Ambiental do município da Barra dos Coqueiros, Rafael Gomes, o carro fumacê possui uma importância fundamental para o controle do mosquito. “Como estamos em um período crucial de prevenção, essa ação servirá como instrumento de bloqueio nas áreas com maior proliferação do Aedes aegypti”, disse.

Cuidados

É importante alertar a população para que não deixe crianças nas ruas durante a atuação do carro fumacê, para evitar que elas corram atrás dos veículos e a fim de preveni-las contra acidentes e incidentes, considerando que o inseticida é um veneno. Também é recomendável deixar portas e janelas abertas no momento da passagem do fumacê para que se possa  alcançar o maior número possível de focos do mosquito.

Fotos: Ascom SES

Publicado: 19 de março de 2024, 16:39 | Atualizado: 19 de março de 2024, 16:39