Saúde faz alerta e mobiliza municípios para a prevenção contra o tabagismo

A Organização Mundial da Saúde (OMS) chama a atenção para o crescimento do uso de dispositivos eletrônicos pelos jovens

Em alusão ao Dia Mundial sem Tabaco, que ocorre nesta sexta-feira, 31, a Secretaria de Estado da Saúde (SES) realizou, nesta terça, 28, o Colegiado Estadual para coordenadores e técnicos do Programa Tabagismo na Atenção Primária à Saúde das secretarias municipais. A ação teve o objetivo de mobilizar as diferentes áreas para o fortalecimento na sensibilização, prevenção, cessação e tratamento do tabagismo em Sergipe.

Na ocasião, foi discutida a publicação de mais uma RDC 855/2024, de abril de 2024, que dispõe sobre a proibição da fabricação, comercialização, distribuição, armazenamento, transporte e a propaganda dos Dispositivos eletrônicos (DEF). Além disso, foram abordados o tratamento do usuário de cigarros convencionais e dispositivos eletrônicos e o tratamento bucal do usuário tabagista. 

O tabagismo é reconhecido como uma doença crônica causada pela dependência da nicotina presente nos produtos à base de tabaco, que podem ser usados de diversas formas, como fumado, inalado, aspirado, mascado ou absorvido pela mucosa oral. Todos contém nicotina e causam dependência e risco de desenvolver doenças crônicas não transmissíveis (DCNT). 

Em 2024, a Organização Mundial da Saúde (OMS) trouxe como tema a ‘Proteção das Crianças Contra a Interferência da Indústria do Tabaco’, devido ao crescimento no uso de dispositivos eletrônicos para fumar. “Quanto mais a gente divulgar sobre o perigo do cigarro eletrônico, melhor será para a população. A capacitação para os profissionais é fundamental para que tenham conhecimento do papel que a indústria do tabaco desenvolve para conquistar novos usuários”, salientou a referência técnica do Programa Tabagismo da SES, Ivete Góis.

Combate ao tabagismo

O Programa Tabagismo continua realizando diversas ações de capacitação em parceria com o Ministério da Saúde/Inca na prevenção e sensibilização por meio do Programa Saúde na Escola (PSE), destinado a professores e técnicos do programa PSE. 

A coordenadora do Programa de Tabagismo no município de Pirambu, Karina Flora Canesqui, esteve presente no colegiado e destacou as atividades desenvolvidas no município. “O projeto ‘Viva Mais’ é atuante desde 2018, quando tivemos uma grande demanda de pessoas que tentavam parar de fumar, mas não conseguiam. Observando essa necessidade, desenvolvemos o projeto junto à Secretaria de Estado da Saúde, para a disponibilização de profissionais como psicólogo, dentista e fonoaudiólogo para um tratamento adequado e de qualidade. Além disso, realizamos a promoção e prevenção nas escolas com o PSE e, devido a esse trabalho, percebemos a redução na quantidade de cigarros”, relatou a coordenadora.

Fotos: Valter Sobrinho

Publicado: 28 de maio de 2024, 20:49 | Atualizado: 28 de maio de 2024, 20:49