Projeto Jusama estimula doação de sangue entre o público juvenil

O ato de doar sangue está conquistando a adesão de jovens solidários. Um desses exemplos vem do projeto social Juventude do Santa Maria em Ação (Jussama). A iniciativa conta com a participação de cerca de vinte estudantes e tem como finalidade contribuir com a doação regular de sangue no Centro de Hemoterapia de Sergipe (Hemose).
Tatiane Macena Santos, dealizadora da campanha, relatou que o projeto atua estimulando jovens da comunidade a prática de boas ações. “A doação de sangue tem esse valor emocional por ajudar pessoas doentes, por levar esperança de cura e vida”, declarou ao ressaltar que sua primeira doação foi para ajudar pacientes com câncer que as famílias pediam doação nas redes sociais. ”, disse.
Para Evanildo dos Santos, 19 anos, a primeira doação teve um sentimento especial que é o de saber que de alguma forma está contribuindo para salvar vidas. “Vim doar pela primeira vez por causa da proposta do projeto. Doando sangue estamos promovendo vida. Sentei na cadeira, quando virei por cinco minutos, a doação tinha acabado”, comentou.
“Projetos como esse comprovam que os jovens estão mais conscientes e solidários. Essas ações de cidadania contribuem para que muitas vidas sejam salvas diariamente. Esse exemplo é importante para toda a sociedade”, destacou a gerente de Captação de Doadores do Hemocentro, Josceline Souza.
Cada voluntário que comparece ao Hemose doa, em média, 450 ml de sangue. Uma única bolsa de sangue pode ser fracionada nos seguintes hemocomponentes: concentrado de hemácias, concentrado de plaquetas e plasma, utilizados para atender pacientes assistidos pelos serviços de urgência, cirurgias cardíacas, ortopédicas, tratamento oncológico, leucemias transplantado, dentre outros.
Por isso é importante observar algumas orientações antes de comparecer a unidade para doar sangue. No dia anterior à doação é importante que o candidato tenha dormido pelo menos 6 horas nas últimas 12 horas, não tenha ingerido bebidas alcoólicas nas 12 horas antes da doação e no dia da doação, é necessário estar bem alimentado.
Serviço
Para ser um doador de sangue é preciso estar bem de saúde, ter entre 16 e 69 anos de idade, ter mais de 50 quilos e apresentar um documento oficial com foto. Os menores de 18 anos precisam apresentar o termo de consentimento assinado pelos pais ou responsável legal. O documento está disponível para download no site do Hemose: www.hemose.se.gov.br. Mais informações através dos telefones: (79) 3225-8000, 3225-8039 e 3259-3174.

Publicado: 15 de agosto de 2018, 15:54 | Atualizado: 15 de agosto de 2018, 15:54