Programa Sorrir Sergipe avança na detecção do câncer de boca em todo o estado

Execução do programa conta com a estrutura do projeto itinerante ‘Sergipe é aqui’ e atende ao público a partir dos 12 anos

A detecção precoce do câncer na cavidade oral – ou câncer de boca – vem sendo o foco do Governo do Estado dentro do programa Sorrir Sergipe. A iniciativa, que é conduzida pela Secretaria de Estado da Saúde (SES), já atendeu a mais de 1,3 mil sergipanos em todo o território estadual. A execução do programa conta com a estrutura do projeto itinerante ‘Sergipe é aqui’, por meio do qual o Sorrir Sergipe já alcançou mais de 15 municípios.

O programa foi criado em junho de 2023 e leva informações sobre tratamento e prevenção ao câncer de boca. O Sorrir Sergipe também oferece educação e avaliação em saúde bucal para pessoas acima dos 12 anos de idade, além de ofertar kits de higienização contendo escova, fio dental e creme dental. Para atender à demanda, uma equipe contendo cirurgião bucomaxilofacial e estomatologista fica à disposição para receber o público, que se apresenta de forma espontânea. Dentistas clínicos gerais, auxiliar em saúde bucal e técnico em enfermagem também integram o grupo de trabalho.

Desde julho de 2023, o Sorrir Sergipe está presente em todas as edições do ‘Sergipe é aqui’. Somente no ano passado, foram 1.266 avaliações realizadas, e 55 encaminhamentos com lesões suspeitas. Esse trabalho vem transformando a vida de milhares de sergipanos, como destaca a coordenadora do programa, Fernanda Cosenza.

“Aproveitamos a estrutura do ‘Sergipe é aqui’ justamente para chegar à população nos municípios, que, muitas vezes, têm um acesso menor do que a de Aracaju. A gente percebeu uma maior quantidade de pessoas acessando o serviço, fruto da disseminação de informações que se estabeleceu com o programa, tanto nos Centros de Especialidades Odontológicas (CEOs) quanto na Unidade de Assistência de Alta Complexidade em Oncologia (Unacon). Os números estão aumentando porque estamos diagnosticando melhor”, resume.

Cuidado

A trabalhadora rural aposentada Geysa Santos, de 54 anos, mora no povoado Saco Grande, em Cumbe, no médio sertão sergipano. Depois de passar pelo atendimento do Sorrir Sergipe durante o ‘Sergipe é aqui’, ela foi encaminhada para o CEO de Capela com o objetivo de avaliar um caroço encontrado em sua boca. Para ela, o serviço foi uma possibilidade de receber cuidados de saúde, economizando tempo e dinheiro.

“Foi por acaso. Fui para fazer uma ultrassom transvaginal e achei que seria uma boa passar pela avaliação bucal, porque há tempos eu tinha percebido um caroço. Já saí com o encaminhamento para o CEO. No dia 4 de março, fui pra Capela e fiz a biópsia. Foi bem tranquilo, gostei muito do dentista porque ele me explicou tudo. Depois de 15 dias, fui lá novamente, e fiquei sabendo que era benigno. Recomendo a todo mundo, porque foi rápido e gratuito. É um serviço muito bom que o governo oferece”, relata.

A cedrense Maria Oliveira Rocha também foi encaminhada para receber tratamento no CEO durante o ‘Sergipe é aqui’. Ela saiu do estande do Sorrir Sergipe com seu atendimento marcado para o dia 12 de abril, em Propriá. “Foi muito importante para mim, porque eu não sabia que estava com lesão. Com certeza vou continuar e me tratar, com fé em Deus”, assegura.

Atendimento

Geovan Alves dos Santos tem 56 anos e é aposentado. Ele aproveitou a realização do ‘Sergipe é aqui’ em Cedro de São João, no dia 4 de abril, para passar pelo atendimento do programa Sorrir Sergipe. “Fiquei sabendo do atendimento pelo pessoal da prefeitura, e gostei muito quando cheguei aqui. Fui bem-atendido, com todas as informações. Recebi o kit e a avaliação foi boa. É bom o governo trazer esse programa para cá, porque nem todo mundo pode ir para Aracaju. E, às vezes, o atendimento é cheio nas unidades do município”, opina.

Também de Cedro, o auxiliar de serviços gerais Joélio Ramos fez o mesmo que Geovan. “O pessoal do município orientou para que a gente fosse atendido no ‘Sergipe é aqui’. O atendimento foi muito legal, o governador está de parabéns. Essas ações são muito importantes, porque a gente recebe informações de um jeito que dá pra entender bem. Nota dez!”, avalia.

A trabalhadora doméstica Jéssica Vieira Dantas também marcou presença no estande da saúde bucal no ‘Sergipe é aqui’. “Vim para fazer outros exames, e aproveitei para fazer a avaliação bucal. O atendimento foi muito bom, bem rápido. Já recebi o resultado e deu tudo certo, e ainda ganhei um kit de higiene. O governo deveria fazer sempre essas ações em Cedro, porque a gente precisa muito”, destaca.

Câncer de boca

O câncer na cavidade oral tem maior incidência entre pessoas do sexo masculino, sendo o terceiro que mais acomete essa parcela da população. Como fatores que influenciam a incidência da doença estão a exposição ao sol sem proteção, o tabagismo, a associação entre fumo e excesso de bebida e a não vacinação contra o HPV.

Entre os principais sintomas da doença estão feridas na boca que não cicatrizam por mais de 15 dias; surgimento de manchas ou placas avermelhadas, esbranquiçadas, ou escurecidas; nódulo persistente; inchaço na mandíbula; sangramento sem causa conhecida; lesões indolores; dentes moles e doloridos sem causa e dificuldade de engolir ou mastigar.

Com o Sorrir Sergipe, os pacientes atendidos que apresentarem lesões suspeitas são encaminhados para atendimento no CEO mais próximo. Existem oito CEOs de gestão estadual, sendo que cada centro acolhe uma região. No Centro de Especialidades Odontológicas são ofertados de forma gratuita, via Sistema Único de Saúde (SUS), todos os exames complementares, como a biópsia e a radiografia panorâmica. Caso o diagnóstico seja confirmado, o paciente é direcionado a seguir tratamento na Unacon, localizada no Hospital de Urgência de Sergipe Governador João Alves Filho (Huse).

Antes de serem atendidos, os pacientes passam pela triagem documental e pelo preenchimento do prontuário. É feita, ainda, a avaliação dos sinais vitais, com aferimento de pressão arterial, glicemia e temperatura.

Fotos: Igor Matias

Publicado: 18 de abril de 2024, 10:06 | Atualizado: 18 de abril de 2024, 10:06