Profissionais do Samu 192 Sergipe participam do TAF para atuar no serviço aeromédico

Ao todo, 30 profissionais, entre médicos e enfermeiros, foram avaliados com provas de natação, flutuação vertical, flexão de braço e corrida de 12 minutos

Para qualificar ainda mais a assistência prestada à população, profissionais do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu 192 Sergipe), gerenciado pela Secretaria de Estado da Saúde (SES), participaram de Teste de Aptidão Física (TAF) entre os dias 8 e 9 de julho, seleção de médicos e enfermeiros para atuar no serviço aeromédico. Essa etapa do processo de seleção foi realizada no complexo esportivo da Universidade Tiradentes (Unit), onde profissionais foram avaliados com provas de natação, flutuação vertical, flexão de braço e corrida de 12 minutos.

A capacitação dos profissionais tem como objetivo diminuir o tempo resposta em algumas ocorrências de urgência e emergência por meio do resgate de pacientes por meio do transporte aéreo em lugares que viaturas terrestres não conseguem chegar. 

Segundo a coordenadora médica do Samu 192 Sergipe, Tácia Lorena, essa é a segunda seleção após um ano, devido ao sucesso dos trabalhos desenvolvidos pelas equipes. “Conseguimos fazer vários resgates durante o ano, e por isso abrimos uma outra turma, para que esse serviço cresça cada vez mais. Foram disponibilizadas 30 vagas, sendo 15 vagas para enfermeiros e 15 para médicos”, justificou. 

A coordenadora também indicou a necessidade da realização do TAF para selecionar profissionais capacitados a integrar o serviço aeromédico. “Para que o médico ou enfermeiro esteja apto a entrar no serviço aeromédico, é necessário que ele passe por esse teste de aptidão física, uma vez que eles vão para áreas de difícil acesso. O aeromédico é extremamente necessário, porque eles vão conseguir fazer o que as viaturas por terra não conseguem”, explicou.

Durante a realização do TAF, os profissionais passaram por dois dias de testes. No primeiro dia, ocorreram as provas terrestres, com abdominal e corrida de 12 minutos. Já no segundo dia, foram realizadas as provas aquáticas, o deslocamento de 50 metros e a flutuação com duração de cinco minutos. Quem conseguir fazer as provas com bons resultados fará o curso de formação para atuar no serviço aeromédico juntamente com o Grupamento Tático Aéreo (GTA).

O médico regulador do Samu 192 Sergipe, Rafael Valença, está há um ano no serviço e afirmou que sempre teve vontade de participar do aeromédico. “Desde que eu entrei eu já queria participar do GTA.  É uma área muito gratificante para nós, que atuamos no Samu 192 Sergipe. Quando eu entrei, ano passado, tinha acabado de ter a prova e eu estava na expectativa, então me preparei para este ano, e espero estar apto a realizar esse sonho”, disse.

Serviço aeromédico

Com uma assistência rápida e eficiente, o serviço aeromédico do Governo de Sergipe já realizou 171 atendimentos, com o objetivo de reduzir o tempo-resposta das ocorrências de urgência e emergência no estado. A parceria entre o Samu 192 Sergipe GTA já salvou inúmeras vidas de forma ágil e segura.

Fotos: Mário Sousa

Publicado: 9 de julho de 2024, 17:43 | Atualizado: 9 de julho de 2024, 17:43