Enxerga Sergipe restaura visão e devolve qualidade de vida a sergipanos

Mais de 4 mil cirurgias oftalmológicas já foram realizadas por meio do programa, mudando realidade de pacientes beneficiados com as cirurgias

A rotina da aposentada Zenilde de Jesus Montes, 67, está bem mais fácil após fazer a cirurgia de catarata por meio do ‘Enxerga Sergipe’, programa do Governo do Estado voltado à realização de cirurgias oftalmológicas, desenvolvido em parceria com os municípios sergipanos para a redução de filas de espera no Sistema Único de Saúde (SUS). Desde o lançamento do Enxerga, em junho de 2023, o programa já realizou 4.275 procedimentos, sendo 1.234 em Nossa Senhora do Socorro; 1.560 em Itabaiana; 912 em Estância; 390 em Lagarto; e 179 em Propriá.

A cirurgia é o único tratamento para eliminar a catarata, que é uma doença de natureza degenerativa. O procedimento, que consiste na retirada do cristalino afetado e na sua substituição por uma lente artificial intraocular, melhorou a qualidade de vida de Zenilde, que agora voltou, por exemplo, a pegar o ônibus coletivo com tranquilidade, fazer suas costuras e a realizar outras tarefas do dia dia, antes dificultadas pela visão embaçada. “A gente paralisa sem poder fazer as coisas, sem poder enxergar direito, os óculos não davam jeito mais, sentia que ia ficar cega. Tinha aquela neblina no olho, era difícil ficar no ponto de ônibus esperando, não enxergava o que estava vindo e, quando percebia, perdia o meu ônibus. Agora só tenho a agradecer. Fiz a cirurgia nos dois olhos e até a comida aqui de casa melhorou, consigo catar o feijão, não cozinho mais com as pedrinhas que não enxergava”, conta a aposentada de Nossa Senhora do Socorro, que passou por dois procedimentos, o do primeiro olho em janeiro deste ano e o segundo três meses depois, em abril.  

José de Araújo Menezes, 68, também foi beneficiado pelo Enxerga Sergipe. O senhor que, antes de se aposentar, trabalhava operando máquinas pesadas, não conseguia mais realizar tarefas simples, como cuidar da sua horta. “Esse programa foi a melhor coisa que o governo fez. Eu tinha que fazer a cirurgia de qualquer jeito para não ficar cego, R$ 5 mil cada olho, ia ter que fazer um empréstimo, mas consegui pelo governo e foi muito bom. Tem muita gente que precisa e não tem esse dinheiro, mas agora está fazendo a cirurgia. Quando fui fazer, eram mais de 100 pessoas lá, gente de todo lugar, Itaporanga, Socorro e outros”, revela.  

De acordo com a coordenadora do programa na Secretaria de Estado da Saúde (SES), Cláudia Pardo, 700 novas cirurgias estão previstas para serem realizadas ainda neste mês, nos dias 17, 18, 27 e 28. “O Enxerga faz diferença na vida dessas pessoas, como elas mesmo relatam. Com a cirurgia, muitos pacientes voltam a poder trabalhar, a ter a visão 100%. E se não fosse o programa, muitos continuariam na fila, podendo esperar até quatro anos em alguns casos para realização da cirurgia”, afirma. 

Acesso 

As cirurgias pelo programa são realizadas de forma regionalizada pelos municípios nas regiões de Saúde: Nossa Senhora do Socorro, Estância, Itabaiana, Propriá e Lagarto, sendo que o município de Nossa Senhora da Glória encaminha a relação para Itabaiana, e Aracaju encaminha para Nossa Senhora do Socorro.  

Para ter direito ao benefício, o paciente precisa ser diagnosticado com catarata por um médico oftalmologista, seja em consulta pública ou privada, e procurar a Secretaria da Saúde da cidade em que reside, para que seja atendido nos municípios sedes das regiões de Saúde.

Fotos: Igor Matias

Publicado: 5 de junho de 2024, 15:44 | Atualizado: 5 de junho de 2024, 16:16