Centro Cirúrgico do Huse já realizou mais de 4000 procedimentos no primeiro semestre

Por Júnior Matos

Pediatria Huse  (6)Resolutividade e excelência. Essas são as palavras que definem o Centro Cirúrgico do Hospital de Urgências de Sergipe (HUSE), a maior unidade hospitalar do estado e referência para os atendimentos de média e alta complexidades de urgência e emergência. De janeiro a junho deste ano, o setor que funciona como o “coração” do Huse, realizou 4.227 procedimentos nas mais variadas especialidades.

 

“O Centro Cirúrgico do Huse é o mais completo de Sergipe e contempla praticamente todas as especialidades médicas, exceto obstetrícia, que fica de responsabilidade da Maternidade Nossa Senhora de Lourdes (MNSL), também pertencente à Rede Hospitalar Estadual. O setor tem uma alta tem produtividade dentro da finalidade do hospital, que é o atendimento de urgência e emergência”, revela a superintendente do Huse, Lycia Diniz.

 

Ao todo, cinco salas cirúrgicas estão em operacionalização. Além disso, o setor conta com 32 profissionais entre médicos, enfermeiros e técnicos de enfermagem que atuam nos três turnos, sete dias por semana.

 

“85% dos pacientes que vão ao Centro Cirúrgico do Huse são os graves e de maior complexidade, com procedimentos bem sucedidos. O setor também realiza cirurgias eletivas, o que comprova a sua eficiência”, complementa Lycia Diniz.

 

No primeiro semestre, foram realizadas 1335 cirurgias gerais, 1111 cirurgias ortopédicas e 715 cirurgia vascular. “Vale destacar, também, que o Centro Cirúrgico do Huse é o único a realizar procedimentos na especialidade de neurocirurgia”, revela a coordenadora do Centro Cirúrgico do HUSE, Cristina Costa.

 

Tempo Resposta

 

Outro ponto que favorece e dinamiza os atendimentos no Centro Cirúrgico no Huse é o tempo resposta, proveniente da qualificação da equipe profissional, modernidade das salas de cirúrgicas e materiais.

 

“O Huse está totalmente preparado para qualquer caso de emergência, sempre priorizando o dinamismo no atendimento como forma de assegurar a vida do paciente. Para isso, existe todo um pensamento estratégico. Atualmente, mantemos uma sala sempre reservada para a cirurgia geral, que é a especialidade médica que mais busca assistência no Huse”, reforça Cristina Costa.

 

O Centro Cirúrgico ganhou mais um grande reforço. No último mês de julho, chegaram quatro novos aparelhos perfuradores ósseo-hospitalares, adquiridos com recursos do Proinveste, do Governo do Estado de Sergipe.

 

“Os perfuradores ósseo-hospitalares são responsáveis pelas neurocirurgicas, cirurgias buco-maxilares e ortopédicas. Com esses equipamentos no Huse conseguimos reduzir consideravelmente tempo de espera do paciente que necessita de cirurgia”, reforça Cristina Costa.

Publicado: 31 de agosto de 2016, 14:10 | Atualizado: 31 de agosto de 2016, 14:10