Campanha de vacinação contra a poliomielite segue até 14 de junho e Dia D será realizado neste sábado, 8 

O imunizante está disponível para todos os municípios sergipanos e o público-alvo são crianças entre 1 e 5 anos

Para ampliar a cobertura vacinal da poliomielite, a Secretaria de Estado da Saúde (SES) mobiliza os 75 municípios sergipanos para o Dia D da Campanha Nacional de Vacinação contra a doença, no próximo sábado, 8. Em Sergipe, a cobertura vacinal da doença é de 83,94%, número abaixo da meta estabelecida pelo Ministério da Saúde (MS), que é de 95%.  

Com o objetivo de alcançar a meta da cobertura vacinal, os postos de saúde estarão abertos para que crianças entre 1 e menores de 5 anos possam se vacinar e atualizar sua caderneta vacinal. A Campanha Nacional de Vacinação contra a poliomielite foi iniciada em 27 de maio e segue até o dia 14 de junho.

De acordo com a gerente interina do Programa de Imunização Estadual, Illani Paulina, a Saúde trabalha para proteger a população contra doenças imunopreviníveis. “Em nosso país, não temos tido casos de poliomielite desde 1989 e, no ano de 1994, o país recebeu a certificação de área livre de circulação do poliovírus selvagem. Então, o nosso objetivo é que o estado prossiga com uma cobertura vacinal dentro da meta estabelecida pelo Ministério da Saúde, protegendo todas as crianças dessa faixa etária”, explicou Illani. 

Prevenção

A vacinação é a única forma de prevenção contra a poliomielite, doença considerada grave, que se caracteriza pelo quadro de paralisia flácida e é causada pelo poliovírus selvagem (PVS) tipo 1, 2 ou 3, que em geral acomete os membros inferiores, de forma assimétrica e irreversível.

Dia D de vacinação

Neste sábado, 8, ocorrerá o Dia D de vacinação contra a poliomielite. Os responsáveis pelas crianças entre 1 e menores de 5 anos, que ainda não foram vacinadas, podem procurar uma Unidade Básica de Saúde no município que reside, e garantir a imunização. A ação tem como objetivo aumentar a cobertura vacinal  nos 75 municípios do estado.

A campanha deste ano é muito importante para o enfrentamento à poliomielite, pois o país está em fase de transição para substituir as duas doses da vacina oral poliomielite (VOP) para apenas um reforço com a vacina inativada poliomielite (VIP). Ou seja, o esquema vacinal e a dose de reforço serão feitos exclusivamente com a VIP, a partir do segundo semestre de 2024. 

Foto: Flávia Pacheco

Publicado: 6 de junho de 2024, 10:59 | Atualizado: 6 de junho de 2024, 10:59