Conte comigo


O programa irá atuar na promoção, prevenção à saúde e redução de danos com grande aposta no papel central que os jovens podem desenvolver na abordagem de temas como drogas, sexualidade e gênero, DST/AIDS, gravidez na adolescência, violência e cultura de paz, meio-ambiente e corporeidade se darão através de ações de educação em saúde que propiciem encontros e trocas de vivências e experiências entre os jovens. Os sentidos que irão orientar as trocas de experiências e a abordagem dos temas serão a alteridade, a superação de preconceitos e a afirmação da vida.

Espera-se que, a partir da reflexão e reconhecimento das questões próprias desta fase de vida, os jovens possam ser fortalecidos diminuindo a vulnerabilidade neste grupo. As ações terão como foco a escola, porém o território de intervenção se expandirá para a comunidade através das mobilizações culturais e sociais.

CAPACITAÇÃO DOS FACILITADORES, MONITORES E EQUIPE DE MOBILIZAÇÃO

O programa contará com jovens monitores, facilitadores e mobilizadores. Todos deverão passar por um processo de capacitação a fim de que possam abordar com segurança temas como a drogadição, sexualidade/ gênero, DST e AIDS, gravidez na adolescência, violência e cultura de paz, meio-ambiente e corporeidade, e ainda para que desenvolvam a capacidade de realizar ações de educação em saúde, com envolvimento participativo dos demais jovens da escola em encontros, bate-papos, rodas de conversas e dos jovens da comunidade nas atividades culturais que venham a ser desenvolvidas.

PÚBLICO ALVO

O Programa Conte Comigo estará voltado prioritariamente a estudantes do ensino médio e o público previsto a ser capacitado para o papel de facilitador, mobilizador e monitor é de 192 jovens.

AÇÕES PROPOSTAS

Educação Permanente para as Equipes de Saúde da Família
Introdutório ao Programa Saúde da Família: o enfoque do risco no território;
Capacitação para atenção aos grupos especiais em Saúde da Criança e do Adolescente, Saúde da Mulher, Saúde do Idoso, Saúde do Adulto, com implantação dos programas e protocolos. Público alvo: 512 equipes de saúde da família, abrangendo todo o universo de equipes do PSF do Estado de Sergipe. Total de 5.000 trabalhadores médicos, enfermeiros, auxiliares de enfermagem, agentes comunitários de saúde, auxiliares de consultório odontológico e cirurgiões dentistas.

– Capacitação do pessoal administrativo das unidades Saúde da Família
– Capacitação dos gestores da Atenção Básica no Estado de Sergipe
– Educação Permanente em Saúde Mental para equipes de referência, CAPS e Equipes do Programa Saúde da Família
– Curso de Atualização em Saúde Mental para clínicos gerais com o objetivo de formar profissionais para inserção em CAPs
– Capacitação das equipes de CAPS
– Curso de Acompanhamento Terapêutico para os cuidadores dos Serviços de Residência Terapêutica (SRT)
– Curso de Intervenções Breves em álcool e drogas para profissionais de 512 médicos e enfermeiros do Programa de Saúde da Família (PSF) e Equipes de Referência em Saúde Mental
– Capacitação em Saúde Mental para o Programa de Saúde da Família, com público de 5 mil profissionais e prioridade para os Agentes Comunitários de Saúde.
– Especialização em Saúde Mental para 250 profissionais graduados
– Cursos em Saúde Mental para o Serviço de Atendimento Móvel às Urgências (Samu 192 Sergipe) e Rede Hospitalar
– Educação Permanente em Vigilância Epidemiológica.
– Cursos de Gestão em Vigilância
– Capacitação para implantação dos Programas de Vigilância Epidemiológica




Secretaria de Estado da Saúde
Praça General Valadão, nº 32
Centro - Aracaju/SE
CEP: 49010-520
Tel. (79) 3234-9500