Estudantes participam de palestra sobre cadastro de medula óssea

20 de abril de 2017

“Posso doar medula óssea mais de uma vez?”. A dúvida de Anne Caroline Moraes dos Santos, estudante do curso técnico em análises clínicas, foi esclarecida durante uma palestra ministrada pela assistente social, Rozeli Dantas, gerente de Captação de Doadores do Centro de Hemoterapia de Sergipe (Hemose). A atividade educativa realizada nesta terça-feira, 18, na escola Santa Anna, antecede a campanha para o cadastro de medula óssea, realizada no mês de maio.
De acordo com informações de Rozeli, a medula se recompõe em quinze dias, por isso que o voluntário cadastrado pode realizar uma nova doação, sem nenhum prejuízo à sua saúde. “É claro que existem algumas recomendações clinicas, que são avaliadas pelo médico e uma segunda doação ocorre somente após seis meses da primeira”, frisou a gestora.
Atentos às informações, cerca de vinte líderes de turmas dos cursos de análises clinicas, enfermagem, radiologia e segurança do trabalho acompanharam as explicações sobre os critérios para a adesão ao Registro Nacional de Doadores de Medula Óssea (Redome) e da importância social do serviço, em função da possibilidade de uma, em até cem mil, a chance de encontrar um dador de medula compatível.
“O voluntario vai preencher a ficha com informações pessoais e cede uma amostra com 4 ml de sangue para exames de histocompatibilidade, ou seja, testes que estudam as características genéticas do candidato a doador. Esse resultado é cruzado com as informações do paciente, receptor da medula”, detalhou Rozeli Dantas.
O transplante de medula óssea é um procedimento indicado para pacientes portadores anemia aplástica grave, outras anemias adquiridas ou congênitas, e na maioria dos tipos de leucemias, como a mieloide aguda, mieloide crônica e a linfóide aguda, além de cerca de 80 doenças, incluindo casos de mieloma múltiplo, linfomas e doenças autoimunes.
Medula óssea
Para fazer o cadastro de medula óssea é necessário estar bem de saúde, ter entre 18 e 55 anos e não ter doenças infecciosas. As informações do candidato são encaminhadas para o Registro Nacional de Doadores de Medula Óssea. Mais detalhes sobre os serviços pelos telefones (79) 3225-8000, 3225-8039 e 3259-3174.

 




Secretaria de Estado da Saúde
Praça General Valadão, nº 32
Centro - Aracaju/SE
CEP: 49010-520
Tel. (79) 3234-9500